O namoro Vitão e Luísa Sonza foi marcado por muitas turbulências no âmbito das redes sociais, “justificados” pelo término da cantora com o humorista Whindersson Nunes. Acusado de ser o pivô da separação, o artista de 22 anos teve que lidar com muitos comentários maldosos na internet.

“Eu lido até hoje. É um bagulho que me criou muitas sequelas emocionais”, complementou Vitão, em entrevista ao Podpah. “Muita gente passou a me odiar, muita gente passou a me conhecer de forma pejorativa. Muitas portas se fecharam, meus números caíram”.

O artista, que sempre desmentiu as acusações de “talarico”, contou, ainda, que mantém uma boa relação com Whindersson.

“Nós troca ideia suavão hoje em dia, até marca de se ver”, disse. “Quando tava acontecendo (o relacionamento com Luísa) a gente não chegou a trocar ideia, mas hoje em dia a gente troca, sim. Suavão, umas ideias ‘daora’. Teve um dia que ele veio me chamar”.

Um dos assuntos conversados com o Whindersson foi justamente esse lado ruim da fama, que o humorista já conhece há mais tempo que Vitão.

“Ele falou: ‘Pô, mano, eu sei como é essa fita. O bagulho é ser forte”, relembrou Vitão, que finalizou: “Fiquei feliz do mano vir trocar ideia na humildade máxima. Sempre fui fã dele, sempre achei ele um artista impecável, muito talentoso. As pessoas criaram uma rixa entre nós que nunca existiu”.