• Geizon Paulo

Verônica Costa e Rômulo Costa brigam por marca ‘Furacão 2000’. (Foto: Montagem/Internet)

Pega a pipoca pra acompanhar, que a treta tá armada! De um lado, Verônica Costa, a ‘Mãe Loira’. Do outro, o ‘Paizão’, Rômulo Costa, e no meio da disputa a Furacão 2000, uma das maiores marcas de funk do Brasil, com 45 anos de história, um verdadeiro patrimônio da cultura funk. Verônica diz que a marca Furacão 2000 é dela e foi entregue pelo próprio Rômulo, seu ex-marido, em um acordo judicial feito há cerca de dois anos, o que ele nega.

Segundo Rômulo, a decisão de propriedade da marca ainda corre na Justiça. “Existem duas ações na Justiça, uma no âmbito federal e uma no âmbito estadual, sem decisão, onde se pede o direito da marca. Como eu disse, sem decisão”, disse ele em entrevista à colunista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia. O empresário afirma que a Furação 2000 Produções Artísticas continua sendo dele e de sua primeira mulher, Virgilaine Dutra, com quem fundou a empresa.

“A marca Furacão 2000 é minha e da minha ex-mulher Virgilaine Dutra há mais de 45 anos. Estamos, inclusive, fazendo lives de 45 anos da ‘Furacão 2000’, que passa pelo Black Soul até os dias atuais. As apresentadoras, que passaram pela ‘Furacão 2000’ e deram grande contribuição ao projeto, nem eram nascidas quando eu conheci Gilberto Guarani, meu primeiro sócio. Quando casei com a Virgilaine resolvemos montar uma empresa nossa, a Furacão Produções Artísticas, que está até hoje no mercado de entretenimento, levando o nosso som para o mundo todo”, contou Rômulo, que apresenta no próximo sábado (22) uma live da Furacão 2000, com transmissão no YouTube e Facebook.

Na noite desta terça-feira (18), Verônica publicou nas redes sociais uma nota de esclarecimento reafirmando que a marca é dela e que irá processar quem usar o nome Furacão 2000, sem autorização. No comunicado, Verônica esclarece que a detenção do direito da marca foi concedida a ela por Rômulo em um acordo na Justiça realizado em 2018.

Rômulo Costa e Verônica Costa quando comandavam juntos a Furacão 2000 (Foto: Arquivo Pessoal)

“Informamos que ROMULO ARTHUR COSTA procurou VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA para a realização de um acordo por meio do qual entregou a marca Furacão 2000 para Veronica. Assessoria Jurídica, por meio desta, informa (…) que VERONICA (…) é a legítima detentora da marca Furacão 2000. O acordo feito entre VERONICA (…) E ROMULO (…) consta nos autos do Processo: 0002864-59.2003.8.19.0209 (2003.209.002908-5), homologado pelo Excelentíssimo Senhor Juiz Mario Cunha Olinto Filho, na data de 06 de agosto de 2018. Informa-se, ainda, que a marca “FURACÃO 2000”, consta nos registros nºs 817860770, 906739055, 906739217, 906739330 do Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI em nome de VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA”, diz a nota de esclarecimento.

Apesar das controvérsias, Verônica diz que não há qualquer briga com o ex-marido. “Não existiu desavença, não existiu briga. Foi um acordo do Rômulo comigo, ele me procurou e entregou a ‘Furacão’  e nós só legalizamos na Justiça”, disse ela, que justificou a publicação do comunicado.

“É mais uma nota de esclarecimento de uma decisão judicial final de um acordo entre eu e o Rômulo. As pessoas precisam saber que na hora de contratar e contactar é com a Mãe Loira, comigo, e tem outra coisa: a Furacão 2000 é da massa funkeira. Precisamos cuidar da história do funk que é a Furacão 2000. Existem alguns mal-entendidos, mas a ‘Furacão’ é da Mãe Loira, é da massa funkeira”, concluiu.

Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela!

Ver essa foto no Instagram

NOTA DE ESCLARECIMENTO - FURACÃO 2000 Informamos que ROMULO ARTHUR COSTA procurou VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA para a realização de um acordo por meio do qual entregou a marca Furacão 2000 para Veronica. Assessoria Jurídica, por meio desta, informa aos patrocinadores, contratantes e contratados, veículos de imprensa e demais órgãos, instituições e pessoas interessadas, que VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA é a legítima detentora da marca Furacão 2000. O acordo feito entre VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA E ROMULO ARTHUR COSTA consta nos autos do Processo: 0002864-59.2003.8.19.0209 (2003.209.002908-5), homologado pelo Excelentíssimo Senhor Juiz Mario Cunha Olinto Filho, na data de 06 de agosto de 2018. Informa-se, ainda, que a marca “FURACÃO 2000”, consta nos registros nºs 817860770, 906739055, 906739217, 906739330 do Instituto Nacional da Propriedade Industrial- INPI em nome de VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA. Cumpre esclarecer que o ordenamento jurídico brasileiro, à luz da proteção do registro de marcas consagrada na Lei 9.279/96, sedimenta o entendimento em que o uso indevido da Marca Furacão 2000 sujeitará o infrator às sanções de natureza civil e penal. Em razão disto, a presente representação jurídica vem a público informar que, no uso de suas atribuições, está levando a cabo a responsabilização cível e criminal de pessoas físicas e jurídicas implicadas na utilização indevida da Marca Furacão 2000 em Shows, Lives e redes sociais. Atenciosamente, Assessoria Jurídica Veronica Chaves de Carvalho Costa

Uma publicação compartilhada por Furacão 2000 Oficial (@furacao2000original) em