Quem aí já virou fã do ‘Resenha Proibidona’, novo programa da Rádio FM O Dia, que tá botando pra quebrar?!

No nosso terceiro episódio, que foi ao ar na última sexta (26/02), Dedé Galvão e Monique Arruda e trocaram uma ideia muito maneira com uma entrevistada que sempre dá o que falar: Andressa Urach.

O apresentador Léo Dias, um dos integrantes do programa, não conseguiu estar presente nessa edição.

De volta ao Miss Bumbum, agora como sócia, nossa eterna vice-campeã, mais uma vez, abriu o jogo, com declarações, no mínimo, intensas!

“Eu tô numa fase boa agora, passei por momentos difíceis mas o Miss Mumbum foi um presente pra mim”, começou Andressa.

A modelo, que aprontou na edição de 2012 ao dar o maior beijão na terceira colocada do concurso, nos contou como foi importante para o seu processo retornar ao Miss Bumbum, após decidir se afastar da igreja.

“Eu não estava me valorizando mais como mulher, eu via pecado em tudo, então, passar por esse trauma recente que passei com a igreja, por um lado foi bom, aprendi a ter equilíbrio. Hoje, eu evoluí como ser humano, como pessoa, eu aprendi muito”, desabafou.

Ao ser questionada sobre a volta do seu trabalho e a relação com a igreja, Andressa disse o seguinte:

“As pessoas precisam aprender a separar o trabalho da fé, a minha fé continua intacta, eu continuo amando Deus, amando Jesus acima de tudo. A fé das pessoas é individual, o relacionamento delas com Deus é individual”.

Andressa contou que passou por uma crise financeira muito grande, chegando a doar R$2 milhões pra igreja, além de todo seu salário e o seu carro. #tenso

A modelo desabafou sobre como foi importante ter o apoio e ajuda do seu marido e seu melhor amigo, Cacau:

“Eu fui demitida da Record, eu não vi que não tinha multa rescisória, então fiquei com uma mão e uma atrás. Tanto o Cacau como o meu marido, foram fundamentais para que eu não voltasse à velha vida”, concluiu Andressa.

Tá pensando que acaba por aí? Claro que não! Vem de play na íntegra do programa pra conferir as revelações da modelo sobre o vício nas drogas e sobre o fato de não cair nas graças do diretor do BBB, Boninho. 

  • Antônio Jordão