• Geizon Paulo

Bruno Mazzeo vive o Professor Raimundo na atual versão da Escolinha. (Divulgação/TV Globo)

O salário pode até continuar, ó, baixinho, baixinho, mas a Escolinha do Professor Raimundo não para de se reinventar. O programa, que entre idas e vindas já tem quase 40 anos na televisão brasileira, vai ser produzido também em podcast, formato que tem cada vez mais conquistado adeptos no Brasil e no mundo.

A iniciativa da TV Globo foi motiva por causa das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, que interrompeu completamente as gravações nos Estúdios Globo. Como podcast é um produto apenas de áudio, o processo de gravação é bem mais simples e pode ser realizado com os atores em suas casas, sem a necessidade de deslocamento até um estúdio.

“A Escolinha começou no rádio e foi eternizada pela TV”, lembra Cininha de Paula, diretora do humorístico. Ela ressalta que a imagem dos atores está no imaginário dos espectadores e isso facilita a adesão ao novo formato. “É fácil ouvir e imaginar o que eles estariam fazendo, ouvir e “vê-los” através da voz. É como se a gente estivesse ouvindo a televisão”, disse Cininha sobre a versão em áudio do programa.

A Escolinha do Professor Raimundo em formato podcast ficará disponível na Globoplay. A estreia, inicialmente prevista para junho, foi adiada. A expectativa é que até agosto o material já esteja no ar. Já as gravações da sexta temporada do humorístico, que desde 2015 conta com uma nova formação, seguem sem data definida. No entanto, a expectativa é que o programa seja um dos primeiros a retomar a produção em estúdio.

Elenco da atual temporada da Escolinha do Professor Raimundo (Divulgação/TV Globo)