• 30 de março de 2022 às 14:36h
  • Clara Oliveira

Pocah gravou “Eu Sento Rebolando” aos 15 anos e, de lá pra cá, o nome da cantora se tornou um dos mais reconhecidos do funk. Como todo artista, sempre tem aquela música considerada como o divisor de águas da carreira, e a dela é “Não Sou Obrigada”, cujo clipe bateu, no dia 28 de março, a marca de 100 milhões de visualizações no Youtube.

Em entrevista ao podcast Bulldog Show, apresentado por Tuka Carvalho e Samyra Ponce, Pocah, de 27 anos, falou sobre a importância do single em sua trajetória

“O divisor de águas da minha carreira foi ‘Não Sou Obrigada’. Teve a sequência ‘Oh quem voltou’, com a Naiara Azevedo e Dani Russo, veio ‘Quer Mais’, e aí quando veio ‘Não Sou Obrigada’, foi quando eu percebi que foi uma virada de chave”, declarou a artista.

Em seguida, a ex-BBB enfatizou que prefere qualidade à quantidade, isto é, entregar menos trabalhos, mas de qualidade superior.

“Graças a Deus, o meu trabalho sempre teve uma resposta muito boa, muita procura, só que existe uma diferença entre muita procura e qualidade, porque nem sempre a quantidade significa qualidade. E eu não penso em momento, quando eu penso em carreira eu penso à frente do meu tempo”, finalizou Pocah.

Confira a entrevista completa:

Na segunda-feira (28), Pocah celebrou, por meio das redes sociais, a conquista de 100 milhões de visualizações no clipe.

“GENTE, o clipe de não sou obrigada bateu 100 milhões e eu sou tão grata por essa música que foi um grande divisor de águas na minha carreira. obrigada a todos que assistiram e não se esqueçam: NINGUÉM MANDA NESSA RABA”, escreveu.

Assista: