• 23 de março de 2022 às 14:21h, atualizado às 14:24h
  • Clara Oliveira

A rivalidade entre Pocah e Ludmilla é coisa do passado. Em entrevista ao podcast Bulldog Show, apresentado por Tuka Carvalho e Samyra Ponce, Pocah relembrou e explicou a briga com Lud, quando ambas estavam no início da carreira e faziam parte do mesmo escritório.

Segundo a ex-BBB, as duas, ainda adolescentes, eram incentivadas pelo empresário a brigarem entre si.

“A gente era do mesmo escritório e eu gostava muito dela. Só que ele [o empresário] fazia ela mentir pra mim […] Ele gostava de fazer rivalidade, criar intriga entre a gente”, contou ela. “Nessa época, eu tinha 17 anos, era uma menina e ela também. É muito fácil manipular garotinhas inocentes”, completou.

Roubo de música?

A história que circulava pelos corredores era a que Pocah havia roubado uma música de Ludmilla, e por isso as duas partiram pra agressão física. A cantora, no entanto, explicou o que de fato aconteceu:

“Teve essa parada da música. Eu escrevi essa música junto com ele e aí gravei e a música ficou lá. A Lud foi no estúdio e ele falou ‘tô com uma música aqui, grava aí’. Ela gravou, eu não tinha ciência nenhuma que ela tinha gravado”, explicou Pocah, que lançou sua composição e muitas pessoas pensaram que ela havia roubado a faixa de Lud.

Agressão

Os boatos que circulavam por aí diziam também que, por causa da música gravada tanto por Pocah quanto por Lud, as duas chegaram a resolver “na mão”. A briga realmente aconteceu, mas não por isso, conforme explicou a dona do hit “Ainda”.

“Chegou a esse ponto, mas não foi por causa da música, foi por conta de uma parada com um amigo nosso. Eu já tava chateada por conta dessas coisas todas que ele [o empresário] alimentava. Foi uma questão que eu fui defender um amigo meu, o Duh Marinho, de uma parada que aconteceu, que eu só avisei a ele que ela não iria. Na época, ela tinha marcado uma parada que eu sabia que ela não iria. Ela foi lá em casa, a gente brigou feio e foi apenas isso o que aconteceu”, pontuou.

Reconciliação

A reconciliação entre as funkeiras aconteceu na casa do jogador Vinícius Júnior.

“Eu tava na casa do Vinícius Júnior e a Lud também tava. Uma amiga nossa pegou e falou ‘a Lud tem uma música lá pra te dar’. Aí a gente se abraçou e ela falou que depois ia mostrar a música. Da música, mesmo, a gente nem falou direito. Ai começamos a conversar, trocar ideia e rir das coisas do passado. Foi muito natural. Acho que ela deve ter essa noção de que a gente era muito nova. Eu tenho essa noção. Nós eramos muito novas, fomos manipuladas sim. Eu gosto da Lud pra caramba. Do fundo do meu coração. Tenho uma admiração por ela muito grande”, relembrou Pocah.

Confira o trecho: