• 23 de fevereiro de 2022 às 14:00h
  • Clara Oliveira

Entrar no Big Brother Brasil é o sonho de muita gente, até mesmo de quem já possui uma certa visibilidade, já que, desde 2020, o reality divide o elenco em dois grupos: “Camarote” e “Pipoca”, sendo esses formados por famosos e anônimos, respectivamente. Em entrevista ao podcast Bulldog Show, o cantor PK revelou que já recebeu um convite pra participar da atração global, mas negou. De acordo com ele, a prioridade no momento eram os compromissos profissionais.

“Recebi até uma sondagem para participar do BBB 20, só que a gente não acreditava que a pandemia ia durar tempo, e tinha toda uma agenda pra cumprir, de show e tudo. Eu tinha que priorizar o trabalho e os contratos. Tenho um receio (de participar) porque lá é muita exposição, tudo o que você fala pode ser interpretado de outra forma, não tem como você se defender. Aqui fora, o que você faz lá dentro toma outra proporção, então tenho esse receio”, revelou o compositor de “Quando A Vontade Bater”, que não descarta a possibilidade de participar do BBB futuramente.

PK opinou, ainda, dizendo que a edição pode favorecer alguns participantes, e que pra ganhar o reality, tudo tem que estar a seu favor.

“A edição com certeza favorece, todo o esquema feito aqui fora pelas equipes que controlam as redes sociais dos participantes favorece, as páginas de fofoca, tudo junto. Pra tu ganhar lá tem que enquadrar tudo. Eu não vou falar que não entraria, porque também se der certo, é uma parada muito boa. Só que na época, eu tinha uma agenda toda feitinha e não tinha como ficar lá esse tempo, com todos os compromissos que a gente tinha pra honrar”, explicou.

Confira a entrevista completa: