Karol Conká foi um dos principais nomes da última edição do Big Brother Brasil. Eliminada com o maior índice de rejeição da história do programa, a cantora revelou, em entrevista ao Podpah, que a repercussão pós-reality foi a segunda maior dor de sua vida, atrás apenas da perda do pai.

“Veio a dor da rejeição em massa, a minha decepção comigo mesma, ver as pessoas que eu gosto sendo atacadas, foi um misto”, declarou a dona do hit ‘Tombei’. “Tinha vontade de desmaiar”.

Durante a conversa, Karol relembrou o momento em que decidiu buscar ajuda psicológica:

“Eu reprovo isso aí que eu fiz, eu não gostei disso aí que eu fiz, eu quero saber se eu tenho algum problema. Eu sou sociopata, psicopata, bipolar? O que eu sou?”, perguntou a cantora.

Nessa época, a rapper não falava com ninguém porque não sabia quem queria manter contato com ela.

“Nessa hora eu vi quem eram meus amigos”, declarou.