• Geizon Paulo

Responsável por introduzir o repique de mão no samba, Ubirany morreu nesta sexta (11), vítima de Covid-19. (Reprodução/Internet)

O mundo do samba está de luto. O sambista Ubirany Félix do Nascimento, conhecido popularmente como Ubirany, um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal, morreu nesta sexta-feira (11/12), vítima da Covid-19. O artista, que tinha 80 anos, estava internado no Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, mas não resistiu a complicações decorrentes da doença.

“É com grande lamento que o grupo Fundo de Quintal, por meio de sua assessoria de imprensa, vem a público informar o falecimento, na manhã desta sexta-feira (11), de Ubirany Félix do Nascimento, ‘nosso querido’ Ubirany, aos 80 anos de idade. O sambista estava internado no hospital por complicações decorrentes de sua contaminação por covid-19”, informou uma nota publicada nas redes sociais do grupo.

As informações sobre o velório e o sepultamento do sambista serão divulgadas em breve pela assessoria.

Ubirany criou o Fundo de Quintal no final dos anos de 1970, junto com Jorge Aragão, Almir Guineto, Sereno, Arlindo Cruz e Bira Presidente. O sambista foi o responsável por introduzir o repique de mão no mundo do samba, instrumento que caracterizou por muito tempo o som do grupo, verdadeiro celeiro de bambas e responsável por gerar todo um movimento de valorização do samba, que perdura até hoje.

Ubirany é um dos fundadores do Fundo de Quintal. (Reprodução/Instagram)

Algumas celebridades lamentaram a morte de Ubirany nas redes sociais. O cantor e compositor Délcio Luiz e o jogador Gabriel de Jesus usaram emojis tristes para comentar a publicação do comunicado de falecimento do sambista. A cantora Maria Rita também expressou tristeza e emitiu mensagem de apoio à família de Ubirany. “Esse ano… Seu Ubirany… Que descanse em Luz, na certeza de que cumpriu essa missão lindamente nesse plano. Meu abraço muito, muito forte aos amigos e à família”, escreveu a artista.