• Geizon Paulo

Rock in Rio 2021 acontecerá no final de setembro e início de outubro no Parque Olímpico. (Reprodução/Instagram)

Apesar de toda a incerteza provocada pela pandemia do novo coronavírus, o Rock in Rio bateu o martelo e definiu as datas da próxima edição do festival no Brasil, em 2021. Se nada mudar até lá, o evento acontecerá nos dias 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1, 2 e 3 de outubro na Cidade do Rock, que mais uma vez será montada no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca.

Para tornar a próxima edição do festival ainda mais única, a organização do Rock in Rio quer garantir exclusividade na apresentação de algumas atrações. Normalmente, a vinda de grandes nomes para o festival inclui mini turnês, com shows em outros estados para minimizar custos para a produção, sendo mais lucrativo não apenas para o artista, mas também para os organizadores dos eventos.

Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, defendeu a realização do festival mesmo em um momento de tantas incertezas.

“Acreditamos na importância da alegria para o bem-estar do ser humano e da sociedade e como combustível essencial para a construção de um futuro promissor. A Cultura e o Entretenimento são ferramentas privilegiadas para promover momentos assim. O ser humano é coletivo e a vida é ao vivo. Por isso estamos dedicados a fazer a melhor edição de sempre”, disse o empresário.

A organização do Rock in Rio afirma que, para a próxima edição do festival, seguirá rigorosamente todos os protocolos determinados pelas autoridades governamentais e de saúde, tanto nacionais quanto internacionais, garantindo a segurança necessária a todos na Cidade do Rock.

Até agora, a única atração anunciada para o Rock in Rio 2021 é o DJ Alok. Em Portugal, o Rock in Rio Lisboa, previsto inicialmente para ocorrer em junho, teve que ser adiado por causa da pandemia. O evento foi remarcado para junho de 2021.

Festival reúne cerca de 100 mil pessoas por dia a cada edição. (Reprodução/Instagram)