• Duda Gimenes

Ser mulher, mãe, bissexual e ainda porta-voz da liberdade sexual, deve ser uma pressão daquelas, né?! Com Mc Rebecca, é diferente.

Ela se expressa por meio de suas canções e ganha muitos fãs por isso!

A poderosa marcou presença na estreia da terceira temporada do “Cada um no seu Banheiro”, do canal da Sabrina Sato, e revelou histórias sobre a sua trajetória profissional, a sua infância difícil, a descoberta de sua bissexualidade e a sua experiência em namorar uma mulher enquanto estava grávida.

Rebecca comentou que sua ex, Suellen, ficou em choque ao descobrir que ela estava esperando um filho:

“Ela (Suellen) teve um troço e quase caiu pra trás. E o mais engraçado é que, quando a gente voltou, o povo falou assim: ‘Como é que a Suellen fez filho?! ’”

A funkeira afirmou que elas namoraram até sua filha nascer e ainda comentou como mulher é bem mais ciumenta que homem:

“É muito (risos). E quando as duas estão de TPM, como é que faz?! Eu olhava pra homem e pra mulher… E pra ela, era estranho. É muito complicado namorar mulher assim, porque aí acaba meio que virando amiga… Aí usa as roupas, usa meu sapato, usa as mesmas coisas e é muita briga o tempo inteiro. Mas por um outro lado, também é muito melhor porque mulher entende mulher”

Reconhecer a própria sexualidade pode ser, às vezes, muito complicado…

A MC contou que desde pequena, mesmo não entendendo a situação, já demonstrava interesse em outras meninas e que, ao se tornar adolescente, afirmou a sua bissexualidade:

“Eu era bem novinha, em época de primeira série, segunda série, eu me tranquei com uma menina no banheiro e ai eu dei um estalinho nela. Sendo que naquela época eu nem entendia o que era, mas o meu primeiro beijo foi com uma menina. E aí quando eu cresci e fiquei mais adolescente, eu sempre tive vontade de, também, beijar meninas”

Rebecca revelou que sua mãe só descobriu mais tarde sobre a sua sexualidade:

“Minha mãe só foi descobrir quando eu tinha 17 anos, que foi quando eu namorei com a Suellen”.

Vem conferir o resto desse papo: