• FM O Dia

Sobrou pra Samantha Schmütz, hein! Na Resenha Proibidona dessa quarta (09), o jornalista Leo Dias criticou a atriz por não pensar no coletivo. Ele questionou o fato dela não ter o costume de se posicionar publicamente e que só se manifestou por conta de um fato (a morte do amigo Paulo Gustavo) que influenciou a sua vida pessoal.

“Você não se identificar com um cenário político, você tem todo esse direito. A questão é, as pessoas e os artistas não têm mais esse direito, porque é a própria classe artística é que detona.

O que mais me impressiona, o que mais me choca, é que pessoas que não levantavam bandeiras políticas passaram a levantar, depois da morte de uma pessoa que era conhecida sua.

Ah, tocou no meu calo e agora que vou tomar partido? Não! Você não pensa no coletivo, você só pensa nos seus, naquelas pessoas que são próximas a você

Então, a Samantha só resolveu tomar partido e virar uma militante após a morte do Paulo Gustavo? Porque antes ela não tinha partido. Como é que é isso?

Então, ela não pensa no coletivo. Então ela pensa só nos amiguinhos?”, destacou.