• Geizon Paulo

As falas polêmicas de Karol Conká no Big Brother Brasil, entre elas algumas apontadas como xenofóbicas, podem custar a participação da cantora no festival Rec-Beat, marcada para o dia 14 de fevereiro.

A organização do festival divulgou uma nota afirmando que Karol teve “posturas que confrontam os princípios do Festival” e que os organizadores estão “avaliando as implicações resultantes de uma possível suspensão da exibição do conteúdo audiovisual gravado pela artista.”

A participação de Karol Conká no evento foi gravada em uma apresentação feita pela cantora na Pinacoteca de São Paulo, antes de ela entrar no confinamento do programa.

Leia a nota do festival Rec-Beat na íntegra:

Discordamos fortemente das declarações e atitudes da artista Karol Conká em sua participação na casa #BBB21, que revelam posturas que confrontam os princípios do Festival Rec-Beat. Por ela estar incomunicável e por envolver vários agentes, estamos avaliando as implicações resultantes de uma possível suspensão da exibição do conteúdo audiovisual gravado pela artista para compor a edição digital do Rec-Beat SP, programada para o dia 14/02.

Ressaltamos que repudiamos a prática do cancelamento e da condenação/linchamento de pessoas pelas redes sociais. Qualquer posição que venha a ser tomada pelo Rec-Beat virá acompanhada de ações que debaterão questões como a xenofobia e da cessão de espaço para que a artista se manifeste no momento em que ela sair do isolamento imposto pelas regras do BBB.