O nome da influenciadora Jayne Rivera tomou conta das redes sociais após a modelo posar, pra uma sessão fotos, ao lado de um caixão com o corpo do pai, José Antonio Rivera. O caso ocorreu em Miami, nos Estados Unidos.

Após uma enxurrada de críticas, a jovem, de 20 anos, se defendeu: “Não há nada de errado com o que eu postei”, disse.

Mesmo com a explicação, a influenciadora desativou sua conta no Instagram. Em entrevista à NBC News, ela alegou que “compreendeu a resposta negativa” dos internautas, mas enfatizou o fato de que as fotos foram feitas “com as melhores intenções, de uma forma que o pai teria aprovado se ainda estivesse vivo”.

No post, uma sequência de 8 fotos, Jayne escreveu: “Voe, borboleta. Descanse em paz, pai. Você era meu melhor amigo. Uma vida bem vivida”. Ainda à emissora, Rivera declarou que “todos lidam com a perda de um ente querido de suas próprias maneiras. Alguns são mais tradicionais, enquanto outras formas podem parecer tabu”, disse. “Para mim, tratei a cerimônia como se meu pai estivesse bem ao meu lado, posando para a câmera como ele havia feito em várias ocasiões antes”, completou.