• Geizon Paulo

Nego do Borel foi duramente criticado nas redes sociais da Globoplay por projeto com o canal de streaming (Foto: Reprodução/Instagram)

Realmente, não está sendo fácil ser Nego do Borel ultimamente, como bem escreveu o funkeiro no Instagram nesta sexta-feira (17). Mesmo quando a notícia é boa, o artista tem sido criticado. A Globoplay anunciou um novo projeto com Nego do Borel, e o perfil do canal de streaming recebeu uma enxurrada de críticas negativas.

“Lamentável abrir espaço para esse rapaz tão equivocado”, escreveu uma seguidora. “Globoplay, assim não dá para te defender, amiga. Se antes já travava, imagina agora a radiação que vai ser o streaming”, disse outro. Alguns dos seguidores disseram que cancelariam a assinatura, e um dos comentários questionou a possibilidade de bloquear o artista na plataforma: “Sério? Poxa, no app Spotify consegui silenciar ele. Tem como silenciar na Globoplay? Não quero ver material dele”, escreveu o seguidor.

Apesar das críticas, Nego do Borel é só alegria. Em seu perfil no Instagram, o artista disse que nem iria conseguir dormir por causa da parceria com o canal. “Passei o dia todo pensando nisso. Acho que hoje, eu não vou conseguir dormir, gente. Papai do Céu é bom demais, cara. Só ele sabe o quanto eu sonho, o quanto oro, e hoje estou tendo a oportunidade de realizar mais um sonho. Em breve, vocês saberão mais, mas vem coisa grande por aí”, escreveu o funkeiro, sem ainda revelar qual seria o projeto.

Segundo a colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, Nego vai participar da terceira temporada da série A divisão e terá um papel de destaque na trama. Ele interpretará um traficante carioca que se envolve com sequestros.

Nego do Borel estreou como ator em Malhação, onde deu vida ao divertido personagem Cleyton, entre 2015 e 2017. Ele também interpretou Tião Macalé no remake de Os Trapalhões e, recentemente, fez uma participação na novela Salve-se quem puder como ele mesmo.

Seguidores criticaram novo projeto da Globoplay com Nego do Borel (Foto: Reprodução/Instagram)


Seguidores não pouparam críticas ao canal de streaming (Foto: Reprodução/Instagram)