• Geizon Paulo

O nascimento de Zyan, terceiro filho do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, nessa quarta (8), trouxe muita alegria para o casal, mas, também, está provocando a maior polêmica, após a divulgação de fotos feitas na maternidade e publicadas nas redes sociais dos dois atores. O motivo: a presença de um fotógrafo profissional no hospital durante a pandemia do novo coronavírus, o que é proibido.

Bruno e Giovanna foram duramente criticados nas redes sociais, assim como a maternidade que abriu exceção para o casal de famosos. Muitas mães que tiveram seus bebês no local reclamaram. “Absurdo total. Tive meu filho no mês passado e não pude ter fotógrafo.”, escreveu uma seguidora. “Falta de respeito com todas as mães que ficaram sem registros.”, disse outra. “Que vergonha. Eu também quero o meu parto filmado e fotografado. Que absurdo. Só porque é uma atriz global.”, escreveu uma terceira seguidora.

A repercussão negativa foi tanta que a maternidade precisou emitir um comunicado oficial, explicando o favorecimento ao casal de atores. “A Perinatal informa que sua política atual de não autorizar a presença de fotógrafos na sala de parto está mantida. Um gestor de uma de nossas unidades abriu uma exceção e autorizou a entrada de um fotógrafo que apresentou um teste negativo para COVID-19, o que está em desacordo com o nosso protocolo. O referido fato está sendo devidamente apurado para a adoção das devidas medidas disciplinares.”, diz a nota.