• 06 de janeiro de 2022 às 18:33h, atualizado às 18:39h
  • Clara Oliveira

Antes de ser apresentador, garoto-propaganda, queridinho dos famosos e o radialista gago mais famoso do país, David Brazil era Francisco David dos Santos. O locutor, que nasceu em Pernambuco e veio para o Rio aos 18 anos, entrou pro mundo artístico por acaso, como o próprio definiu, em entrevista ao podcast Bulldog Show, apresentado por Tuka Carvalho e Samyra Ponce.

“Foi por acaso. Eu era caixa do Buffalo Grill, restaurante que, nos anos 80 e 90 era o top dos famosos”, iniciou David, se referindo à churrascaria no bairro do Leblon, frequentada por atrizes como Cláudia Raia e Cristiana Oliveira. Na época, não tinha celular, só telefone, e o do estabelecimento ficava bem perto do caixa. “Eles iam no caixa pra ligar”, relembrou o apresentador, que foi cultivando amizades a partir disso.

Quando uma das funcionárias responsáveis pela recepção de clientes ficou doente, o dono do Buffalo Grill, pediu para que David ficasse responsável pela portaria. Simpático como a gente bem sabe, depois de retornar ao caixa, os frequentadores do local sentiram falta do promoter. “Cadê o gaguinho da porta?”, perguntavam as pessoas.

Foi por causa de Marcos Breda, no entanto, que David colocou os pés na fama. “Teve um ator, o Marcos Breda, que ia fazer um gago no teatro, aí ele viu que eu era gago e quis fazer um laboratório comigo”, contou o locutor da FM O Dia, que em seguida explicou que assessoria do artista “pegou esse gancho pra fazer matéria”.

Depois de ser notícia em jornais e revistas como O Globo e Veja, David foi convidado para programas de TV. “O primeiro que eu fui na vida foi o do Jô Soares, que era um estouro. Deu um babado, uma repercussão […] Depois, a pedidos, ele me chamou de novo”, recordou.

Confira o podcast na íntegra: