Composição de Tiee e Diney é destaque

  • Antônio Jordão
Diney

Foto: Igor Lima / FM O Dia

Diney e Tiee são dois compositores de mão cheia, reconhecidos pelo dom de fazer música. Pra vocês terem uma ideia, a primeira canção que eles trabalharam juntos chama-se “O Som do Tambor”, um sucesso estrondoso na voz do cantor Ferrugem.

“É uma sintonia muito forte que eu tenho com o Tiee. Sintonia Fina”

Tiee

Foto: Igor Lima / FM O Dia

Outro single assinado pelos caras e que já virou sucesso é a música “Casa Azul”. Só que, desta vez, quem canta são os próprios autores da obra: Tiee e Diney.

Costumo dizer que eu só sei cantar, só sei compor. Essa é a missão que deus me deu ”(Diney).

A Rádio FM O Dia gravou uma matéria especial com os dois e revelou algumas curiosidades sobre a vida pessoal e profissional dos artistas.

Tiee


Tiee foi cavaquinhista da Viradouro e com 18 anos ganhou o seu primeiro samba na Escola. Com o pagamento, ele comprou tudo de piso e argamassa: “Minha casa só tinha piso”, lembra.

“Eu gosto de pensar que comecei do jeito certo, tocando em botequim, ganhando quase nada. Tudo que aconteceu na minha vida foi com muita batalha” 
“A gente nunca sabe quando a música vai dar certo. O sucesso é o povo que decide” (Tiee).


Diney, com apenas 14 anos, por influência do seu irmão mais velho, decidiu que gostaria de viver “de” e “para” a música. O divisor de águas na sua vida foi a composição da música “Aventureiro”, em 2007, eternizada na voz do cantor Xande de Pilares (na época, do Revelação).

Diney

Foto: Igor Lima / FM O Dia

“A gente sabe que a música vem quando ela quer. Ainda tem a inspiração, que é uma coisa divina”

A história da Casa Azul

Tiee contou pra gente que começou essa música em casa e terminou em uma ligação telefônica com o Diney, que foi o responsável pelo refrão: “Eu tinha na cabeça a ideia de uma história bonita, de um cara apaixonado, porém, seguro. Liguei pro Diney e fizemos a música pelo telefone.

Assista também ao clipe!