Ele queria ser educador físico, terapeuta e até policial.

“É verdade. Queria ser policial pra pegar os marginais do meu bairro, dá-lhe um baculejo: ‘bota a mão na cabeça’. Já pensei um monte de coisa, eu era meio doidinho, aí foi assim que eu comecei”, contou Victor Melo em entrevista pra FM O Dia.

O cara, que soma mais de 10 milhões de seguidores no TikTok, ganhou visibilidade ao brincar com assuntos que fazem parte do dia a dia das pessoas e confessou que tem como inspiração o Youtuber e humorista Whindersson Nunes.

“Eu comecei a fazer uns vídeos brincando e depois fui dar uma estudada nos temas que davam certo, que viralizavam e a galera se identificava. São três temas que eu gravo, sempre a mesma coisa, ou é sobre o bairro, do pobre! Ou sobre a escola, do pobre! Ou a família, do pobre”, revelou.

Prestes a completar 19 anos, Victor contou que traz experiências reais para os seus vídeos e usa o seu “tempero” especial pra fazer dar mais certo:

A maioria (das situações) acontece comigo. Vivencio, mas dou aquela exagerada, pra ficar massa o vídeo”, explicou.

Em sua primeira viagem de avião, ele aterrizou na FM O Dia e ainda gravou uma brincadeira com o locutor Rodrigo Pepicon:

Se, algum dia, Victor já quis seguir carreiras completamente opostas às de um influencer de sucesso, hoje, essa não é mais uma realidade. Apaixonado pelos estilos brega e funk, o jovem sonha em ser reconhecido nacionalmente e poder ajudar sua família.