• Geizon Paulo

Sem renda, Karin Hills, ex-integrante do Rouge, pediu auxílio emergencial do governo. (Foto: Reprodução/Instagram)

Não tá fácil pra ninguém mesmo! Até pra alguns artistas famosos, que têm sofrido com a falta de dinheiro provocada pela pandemia, caso de Karin Hills, ex-integrante do grupo Rouge, também conhecida por estrelar seriados na TV Globo e musicais no teatro. Sem contrato fixo com nenhuma emissora e sem qualquer previsão de retorno aos palcos, a cantora se viu obrigada a solicitar o auxílio emergencial do governo federal para poder se manter.

Em um desabafo publicado no Twitter, Karin contou que passou perrengue, nesta segunda-feira (27), pra tentar sacar uma parcela da ajuda do governo, no valor de R$ 600 mensais. “Para muita gente pode parecer que o jogo tá ganho, mas não está. É lamentável o que estamos todos juntos passando nesse país. Eu me incluo, como artista, mulher e preta. Hoje fui tentar pegar minha parcela do auxílio emergencial. Tava uma fila do cão e ainda tinha gente sem máscara. Isso é pra vocês terem uma ideia que não tá fácil para ninguém”, escreveu a cantora.

Com dificuldades para pagar as contas, ela revelou que vem enfrentando dificuldades, mas, otimista, acredita que as coisas vão melhorar. “Vi minha vida virar do avesso. Fui inventar de ser artista. #mefudinapandemia #tenhoféquevaipassar”, concluiu, antes de perguntar como os seguidores têm enfrentado esse período.

Antes da pandemia, Karin estava em cartaz no teatro com o espetáculo “Donna Summer Musical”, que teve a temporada suspensa com o avanço da doença pelo país. Além disso, ela vinha investindo na carreira solo como cantora. Em janeiro, lançou a música “Fogo” e, em março, “Pra você ficar comigo”, faixas que ganharam clipes. Karin ainda lançou uma terceira música, em maio, chamada “Nossa lei”.

Karin Hills usou as redes sociais para desabafar e contou que pediu auxílio emergencial (Foto: Reprodução/Instagram)


Karin comentou sobre como a pandemia mudou sua vida (Foto: Reprodução/Instagram)