Se você, vegetariano que quando vai ao McDonald’s, escolhe deliciar a clássica batatinha, aí vai uma péssima notícia: de vegetarianas elas não têm nada. Em um vídeo divulgado recentemente pela própria rede de fast food, foram divulgados todos os ingredientes que compõem as McFritas.

O processo de fabricação e fritura das guloseimas, planejado para garantir batatas perfeitas, inclui ingredientes como “sabor natural de carne” e leite hidrolisado. Há também o componente dimetil polissiloxano, um derivado do petróleo que auxilia no processo de fritura e evita que as fritas “espumem”, e o TBHQ, o butil hidroquinona, antioxidante utilizado na conservação dos alimentos. Ainda que o componente seja autorizado pela Anvisa e pelo órgão de vigilância sanitária dos Estados Unidos, o FDA, a substância consta na lista proibida de países como Canadá e Japão, associada ao desenvolvimento de células cancerígenas.

E nessa lista de não-vegetarianos não estão somente as McFritas. De acordo com um comunicado disponibilizado no site do McDonald’s, nenhum dos alimentos da rede pode ser considerado vegetariano.

“No momento, nenhum dos nossos itens do cardápio são certificados como vegetarianos ou veganos. O óleo que nossos fornecedores utilizam para parcialmente fritar nossas batatas famosas em todo o mundo tem um saborizador natural de carne que também contém leite hidrolisado como um ingrediente inicial, adicionado para realçar o sabor”, diz o texto.

Confira todos os ingredientes:

  1. Batatas;
  2. Óleo de canola;
  3. Óleo de soja;
  4. Óleo de soja hidrogenado;
  5. Sabor natural de carne;
  6. Trigo hidrolisado;
  7. Leite hidrolisado;
  8. Ácido cítrico;
  9. Dimetil polissiloxano;
  10. Dextrose;
  11. Pirofosfato de ácido de sódio;
  12. Sal;
  13. Óleo de milho;
  14. TBHQ