• 14 de fevereiro de 2022 às 14:39h, atualizado às 18:01h
  • Clara Oliveira

Quando o assunto é música, Sergio Affonso, presidente da Warner Music Brasil, sabe conduzir, com maestria, qualquer conversa sobre. Em entrevista ao podcast Bulldog Show, o representante da gravadora responsável por nomes como Anitta, IZA e Ludmilla falou sobre a importância dessas empresas na carreira de um artista e também sobre o investimento necessário pra um nome estourar.

“Todo artista grande, em qualquer lugar do mundo, passou por uma gravadora. Em algum momento. Com a abertura das ferramentas digitais, começou a ser mais fácil um artista aparecer. Se ele [o artista] quiser um trabalho em profundidade, de carreira, uma gravadora é fundamental. Primeiro, por causa do dinheiro que pode investir. Estamos falando de companhias multinacionais, que investem muito dinheiro”, iniciou Sergio.

E quando ele fala em investir muito dinheiro, é investir muito dinheiro mesmo! Segundo Affonso, pra fazer um “novo artista” hoje em dia, não se gasta menos que dez milhões de reais.

“Pra você fazer um artista novo no Brasil hoje, não se gasta menos de 10 milhões de reais. Se você quiser fazer um artista grande, e artista grande não depende do Sérgio Affonso acordar hoje e falar ‘vou fazer o fulano de tal’. O artista grande depende de uma série de dados que você vai coletando”, explicou.

Confira a entrevista completa: