• 18 de abril de 2022 às 16:58h, atualizado às 17:20h
  • Clara Oliveira

Três meses após o inicio do Big Brother Brasil 22 e faltando poucos dias para a grande final, os ânimos dos brothers estão aflorados. Após a formação do paredão disputado entre Eliezer, Gustavo e Paulo André, Arthur Aguiar e Pedro Scooby protagonizaram uma D.R dentro da casa mais vigiada do Brasil.

A discussão começou quando, na cozinha, Arthur relembrou que seus aliados votaram nele e ficaram confortáveis com a escolha, de acordo com o próprio.

“Não é nada confortável. A gente tinha que achar um critério, irmão. Me fala o que você queria que a gente fizesse?”, respondeu Paulo André.

“Um único critério que favorece os quatro? Que loucura. Era para ter feito isso. Não é quem foi no paredão? Paredão falso é um paredão. Todas as vezes que o Tadeu falou, ele contou como um paredão”, acrescentou Arthur.

Scooby, então, interferiu na conversa e discordou do ator: “Ele sempre falou essa palavra [falso]. Eu não sou um seguidor de BBB, irmão. A gente pode ter entendimentos diferentes e acho que o mais maneiro é um respeitar o outro. Cada um tem uma opinião. E é isso. Como eu respeitei várias suas”, afirmou.

“Mas e daí, cara? Não deixa de ser um paredão”, disparou o marido de Maíra. Scooby, em sgeguida, fez uma comparação entre um chinelo e o paredão falso: “Esse chinelo é da marca x, mas é um chinelo falso. Ele é um chinelo da marca x? Não, continua sendo um chinelo falso”.

“Ridícula a tua comparação. Eu não vou nem discutir com você, nem vale a pena. Você nem viveu o que eu vivi. Nem vale a pena. Nem vou entrar nesse mérito. Só achei muito confortável um critério que favorecia os quatro”, opinou Arthur. Os dois continuaram batendo boca sobre o assunto.