• 02 de maio de 2022 às 14:16h, atualizado às 14:18h
  • Clara Oliveira

Arthur Aguiar, o campeão da vigésima segunda edição do BBB 22, deu uma entrevista para o Fantástico, e entre os vários assuntos conversados com a repórter Giuliana Girardi, a “rejeição” do ator por parte dos ex-brothers do reality foi um deles. Durante a exibição do BBB 101, Jessi e Gustavo, por exemplo, criticaram a vitória do cantor.

“Falta respeito mesmo com a pessoa, sabe? Cara, o jogo acabou, não fui eu que escolhi ganhar. É importante a gente saber perder e reconhecer a vitória do outro”, declarou Arthur.

Maíra Cardi, que também participou da conversa, justificou o comportamento do marido, que costumava se “isolar” no reality e dizer que jogava sozinho: “O Arthur tem uma história muito forte com rejeição desde a infância, e toda vez que se sente atacado, ele entra nesse casulo, que foi o que aconteceu com ele lá dentro do jogo”.

Em seguida, o ex-brother justificou esse traço de sua personalidade ao citar o afastamento dos pais na infância.

“É a rejeição, o abandono, o julgamento sem você ter feito nada. A minha mãe hoje é muito mais presente. Eu entendo o que ela tinha que trabalhar para caramba… E fiquei 18 anos sem ver meu pai. Ele e minha mãe tiveram uma briga e, 18 anos depois, eu me reencontro com ele, convivo com ele dois anos e ele morre. Aí as pessoas acabam me julgando de uma maneira errada. Elas não leram o livro, julgam ou pela capa ou por poucas folhas a que elas têm acesso”, explicou.