Inseguro
Pedro Felipe e Rodriguinho


Inseguro
(Rodriguinho / Pedro Felipe)

Pra que te ver Se eu nunca mais vou ter você pra mim? Sofrer por que Quando na verdade eu nunca quis assim? Falou que não me queria, nem me atendia, então Eu resolvi ficar em paz Mas no fundo eu já sabia, chegaria o dia, então Que você ia voltar atrás Me diz o que é que eu faço com o tempo perdido Você se afastou com o orgulho ferido E o que é que eu falo pra minha boca? Que já se acostumou a não ter mais um beijo seu Tudo que eu conquistei você levou metade E separar foi falta de maturidade Agora eu tenho outra pessoa Que fez tudo por mim quando você me esqueceu Eu tô inseguro Em cima do muro Porque ainda amo você Pra que te ver Se eu nunca mais vou ter você pra mim? Sofrer (sofrer) por que (por que) Quando na verdade eu nunca quis assim? Falou que não me queria, nem me atendia, então Eu resolvi ficar em paz Mas no fundo eu já sabia, chegaria o dia, então Que você ia voltar atrás Me diz o que é que eu faço com o tempo perdido (perdido) Você se afastou com o orgulho ferido E o que é que eu falo pra minha boca? Que já se acostumou a não ter mais um beijo seu Tudo que eu conquistei você levou metade E separar foi falta de maturidade Agora eu tenho outra pessoa (eu tenho) Que fez tudo por mim quando você me esqueceu (Que fez tudo por mim) Me diz o que é que eu faço com o tempo perdido (Que é que eu faço?) Você se afastou com o orgulho ferido E o que é que eu falo pra minha boca? (Pra minha boca) Que já se acostumou, que já se acostumou a não te ter Tudo que eu conquistei você levou metade E separar foi falta de maturidade Agora eu tenho outra pessoa Que fez tudo por mim quando você me esqueceu Eu tô inseguro Em cima do muro Porque ainda amo você Eu tô inseguro Em cima do muro Porque ainda amo você Você, você, você, você