Recaída
Giulia Be


Letra

Recaída
(Antonio Eude / Giulia Bourguignon Marinho)

Então vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Às vezes acho que você esquece Que melhor que eu ninguém te conhece Que melhor que eu ninguém te enlouquece Esquece Então para com esse jogo de ex Finge que essa noite é a última vez Esquece o que eu fiz e eu esqueço o que 'cê fez Chama um, dois, três, então Então vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Aquela recaída, vamos se encontrar Vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Aquela recaída, vamos se encontrar Vamos se encontrar, vamos se usar Cola que nem Coca, chama aí que eu vou colar Eu sei que o passado, ele é sempre complicado Mas hoje eu boto fé que eu vou descomplicar Falei pras minhas amigas que hoje ia no cinema Fala pros seus amigos que vai resolver um problema Chama o Uber logo e vem me ver Me chama de problema e vem me resolver Então vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Aquela recaída, vamos se encontrar Vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Aquela recaída, vamos se encontrar Vem, vem, para de fingir que 'tá Bem, bem, a real é que eu 'to Bem, bem, 'to afim de dar Aquela recaída, vamos se encontrar, yeah Fala, Giu Quanto tempo, hein? Saudades suas Vem, vem Bem, bem Bem, bem



mais acessadas