24/05/2019
Duração: 5:05
Views: 54372

FM O Dia - Suel - Pé Na Areia / Meu Abrigo / Dona Maria / Cerveja de Garrafa

Segura essa! Suel cantando as músicas Pé Na Areia, Meu Abrigo, Dona Maria e Cerveja de Garrafa! Bom demais, hein!
Essa é a Semana Maluca da Rádio FM O Dia, edição 2019.

Inscreva-se no canal: http://bit.ly/YOUTUBE-fmodia
Ative as Notificações 🔔
#FMODIA #SemanaMaluca #Suel

LETRAS

PÉ NA AREIA
Vamos amor
Vamos curtir, bora pra beira do mar
Vamos pra onde está fazendo mais calor
E ninguém pode nos achar
Bora viver
Você e eu agora, eu e você
Vamos pra onde tudo pode acontecer
Inclusive nada
Nada pode ser melhor do que a gente junto, nós dois
Mil ideias e uma história de amor, e o assunto é nós dois
Dois amantes namorando na beira da praia, iá iá iá
Nada pode ser melhor pra gente se amar
Pé na areia, a caipirinha, água de coco, a cervejinha
Pé na areia, água de coco, beira do mar
Pé na areia, a caipirinha, água de coco, a cervejinha
Pé na areia, água de coco, beira do mar

MEU ABRIGO
Uh, uh, uh, uh
Uh, uh, uh, uh
Desejo a você
O que há de melhor
A minha companhia
Pra não se sentir só
O sol, a lua e o mar
Passagem pra viajar
Pra gente se perder
E se encontrar
Vida boa, brisa e paz
Nossas brincadeiras ao entardecer
Rir atoa é bom demais
O meu melhor lugar sempre é você
Você é a razão da minha felicidade
Não vá dizer que eu não sou sua cara-metade
Meu amor, por favor, vem viver comigo
No seu colo é o meu abrigo
Uh, uh, uh, uh
Quero presentear
Com flores Iemanjá
Pedir um paraíso
Pra gente se encostar
Uma viola a tocar
Melodias pra gente dançar
A benção das estrelas
A nos iluminar
Vida boa, brisa e paz
Trocando olhares ao anoitecer
Rir atoa é bom demais
Olhar pro céu, sorrir e agradecer
Você é a razão da minha felicidade
Não vá dizer que eu não sou sua cara-metade
Meu amor por favor, vem viver comigo
No seu colo é o meu abrigo
O meu abrigo
No seu colo é o meu abrigo
O meu abrigo
Uh, uh, uh, ah
Você é a razão da minha felicidade
Não vá dizer que eu não sou sua cara-metade
Meu amor por favor, vem viver comigo
No seu colo é o meu abrigo
Meu abrigo
No seu colo é o meu abrigo
No seu colo é o meu abrigo

DONA MARIA
Me desculpe vir aqui desse jeito
Me perdoe a traje de maloqueiro
De camisa larga e boné pra trás
Bem na hora da novela que a senhora gosta mais
Faz três dias que eu não durmo direito
Sua filha me deixou desse jeito
E o que ela mais fala é que a senhora é brava
Mas hoje eu não vou aceitar Levar um “não” pra casa
Dona Maria, deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho do céu
Dona Maria, deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
Que Deus pintou e jogou fora o pincel

CERVEJA DE GARRAFA
Bacana como 'tá legal aqui
Você é sempre um bom motivo pra eu querer ser feliz
Me da um gole dessa sua paz
Hoje eu te vi trocando a roupa e 'tá bonito demais
É doce
'Cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce
É doce
E ai me leva pra qualquer lugar
Porque se for ideia sua acho que eu devo gostar
Independente do que acontecer
O teu sorriso volta e meia vai permanecer
É doce
'Cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce
É doce
Mas gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou
Pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim com você do lado
Gosta de buteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou
Pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim com você do lado